Buscar
  • Cris Campos

O dia em que descobri a minha missão de vida!

Atualizado: Abr 5

Hoje estou inspirada e resolvi escrever este artigo para compartilhar como foi o processo de descoberta e apropriação da minha missão de vida!


Após uma sessão de hipnoterapia profunda e emocionante fiquei refletindo como esta profissão é linda!

Minha missão de vida
Minha missão de vida

Certo dia, ouvi de um dos instrutores da OMNI que a essência deste trabalho é deixar fluir o amor. Naquele momento, a frase ressoou muito forte em mim, como se eu tivesse finalmente entendido tudo o que sentia e qual era a minha missão de vida!



Esta vontade de fazer o bem, de levar o bem ao outro, seja através de uma palavra, uma atitude, um carinho, sempre esteve presente na minha vida. Era aquela pessoa que sempre estava pronta para escutar, que tinha um conselho para dar, uma palavra de incentivo, de apoio, de compreensão. Naquela época, não tinha a real compreensão de que isto era um talento e que eu poderia utiliza-lo para escutar, entender a dor do outro e atuar como um instrumento para promover transformações de vidas, levar palavras de cura.


Mas não foi sempre assim. Escolhi construir minha carreira no mundo corporativo e por muitos anos fui questionada pelo perfil dócil e frágil, sendo interpretada por muitos como fraqueza ou falta de liderança.

Foi um período um pouco sofrido, de buscar ser e agir de uma forma que eu não era da minha natureza. Mas isto também me impulsionou a buscar o meu propósito e caminho.


O primeiro passo na direção da mudança foi a migração de uma carreira de quase 10 anos de indústria para a consultoria. Não por coincidência, muitas vezes acabava virando “conselheira” dos clientes.


Depois veio o coaching, o qual que me fez perceber que por meio do autoconhecimento e busca da evolução pessoal, eu poderia atingir outro nível de consciência, e, a partir disto, ajudar as pessoas a se conhecerem e se movimentarem na direção dos seus sonhos.


Como foi difícil se despedir da pessoa que eu “sempre fui” para abraçar a pessoa que eu me tornei.

Ainda na formação de coach, eu conservava uma postura de “dona da verdade”. Foi um aprendizado árduo, mas essencial para me tornar quem sou hoje, perceber que as respostas não vêm de fora e sim de dentro da gente. Dizer para a pessoa o que ela tem que fazer tem um efeito quase nulo. Isto pode funcionar bem na consultoria (mesmo assim, tenho minhas dúvidas), mas no desenvolvimento humano, a beleza do trabalho está em você ser o instrumento que vai levar a pessoa ao encontro com ela mesma, com seus recursos internos e respostas dentro de si.


Foi aí que a hipnoterapia surgiu na minha vida. Primeiramente, como uma intuição. O que seria aquilo de trabalhar com as emoções? Será que era para mim, que me dizia ser tão racional?

Resolvi me permitir. Fiz a inscrição para a formação e até o dia que antecedia o curso eu não entendia com clareza o motivo desta decisão. Dizia para o meu marido que não sabia se era para mim, mas que estava, pela primeira vez, tomando uma decisão mais por intuição do que pela razão.


Durante a formação, tudo começou a fazer sentido. Percebi a beleza deste trabalho, tão profundo e transformador! Como a nossa mente é poderosa e como podemos aprender a acessar as respostas dentro de nós.

Foi uma grande revelação. Se tudo está na nossa mente, somos capazes de ser tudo o que queremos! A chave está dentro da gente!

Cada dia percebo mais o poder desta descoberta. É difícil admitir que as falhas, eventos indesejáveis, doenças que nos acometem, também são causados indiretamente por nós, pelos nossos pensamentos, emoções, vibrações.


Se dentro das regras da mente tudo o que é esperado tende a ser realizado, significa que nós somos os responsáveis pelo nosso sucesso ou fracasso. E isto nos traz uma baita responsabilidade, mas olhando por outro ângulo, um poder incrível!


A cada atendimento, o encontro comigo mesma, com meus talentos e essência, se torna mais forte. É como se eu tivesse esperado a vida toda para estar onde estou neste momento.


É um misto de frio na barriga, desafio, vontade de ajudar, de levar o bem-estar, de promover uma nova compreensão da vida e dos padrões que a pessoa carregou até o momento, de resgatar as emoções positivas que estão adormecidas dentro dela, de limpar todo o lixo emocional!

Como é bom perceber a mudança de semblante!


Para mim, esta terapia é incrível e cada vez mais buscarei me aprofundar nesta missão de fazer fluir o amor!


Eu acredito nas pessoas e no poder delas fazerem escolhas e transformarem suas vidas!


É este legado que quero deixar para o mundo!!!


Artigo escrito por Cristina Campos, hipnoterapeuta e terapeuta sistêmica.

Auxilia nos processos de transformação e auto cura, ajudando as pessoas a olharem para dentro, resgatarem sua autoconfiança e (re)criarem sua vida com sentido.


Como posso te ajudar?

Entre em contato pelo (11) 99634-3977 para saber mais detalhes.

Siga a Cris Campos no Instagram: @criscampos.hipnoterapia

O tratamento pode ser presencial em SP (São Paulo e Vinhedo) e online.





84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Ícone WhatsApp.png